quinta-feira, 31 de julho de 2008

And Now for Something Completely Different

A promessa era a de um «Choque Tecnológico», durante a campanha eleitoral.
L
Dois anos volvidos do período de governação, o "e-escola" veio permitir que alunos de ensino secundário e todos os que pretendiam o reconhecimento e certificação de competências escolares, e que não poderiam de outra forma aspirar a adquirir um computador, passassem a considerá-lo ferramenta essencial no âmbito das suas aprendizagens e das actividades quotidianas.
L
Esta semana foi tornado público o 1º computador portátil totalmente produzido em Portugal - o Magalhães - , alargando o conceito e-escola aos alunos de 1º ciclo do Ensino Básico, num projecto de parceria do Governo Português com a Intel e com a JP Sá Couto que para o produzir na fábrica de Matosinhos, criará cerca de 1000 postos de trabalho.
Numa primeira fase, o Magalhães dirige-se aos 500 mil alunos do Ensino Básico em Portugal, mas o desejo da parceria é o de alargar a sua produção para o mundo inteiro, de forma a tornar o país num exportador de computadores.
L
Há que reconhecer boas práticas quando elas existem de facto - mesmo não sendo militante Socialista ou tendo atribuido voto ao partido, ajudando a eleger o governo liderado por José Sócrates.

2 comentários:

R disse...

Achei uma boa ideia. E como não é só dizer mal, também há que dizer bem quando há algo a dizer de bem.

*

Lady disse...

Visita o meu novo cantinho http://just-ladybug.blogspot.com/

Espero rever-te por lá!!

Bjinho
Joana